moldeira pediátrica

Moldeira pediátrica: como saber qual escolher para cada paciente?

As moldeiras odontológicas são instrumentos utilizados com bastante frequência e são próprias para se adquirir impressões dentárias primárias. Graças a isso, elas podem ser aplicadas em diferentes tratamentos e especialidades. Agora, quando falamos especificamente em moldeiras pediátricas, temos um uso mais direcionado para a realização de diagnósticos, aplicação de flúor, pré-ortodontia e colocação de aparelhos removíveis.

Neste blog, o foco é precisamente a moldeira pediátrica. Nós vamos compartilhar algumas informações que podem te ajudar a escolher aquela que mais se adequa aos seus pacientes mais pequeninos! Não deixe de conferir.

Como escolher a moldeira pediátrica certa?

O fator mais importante ao qual devemos prestar bastante atenção na hora de escolher a moldeira pediátrica é o tamanho. Eles vão de 1 a 8, sendo os números 1, 2 e 3 destinados ao público infantil. Então preste atenção para não escolher uma numeração superior a essa!

Agora, o único jeito para se certificar realmente se a moldeira é ou não adequada para cada criança é testando. Dessa forma, você pode verificar se todos os dentes estão ou não cobertos pelo instrumento. O que inclui, é claro, os últimos dentes também. Caso observe que a moldeira não é a ideal, você deve testar o próximo tamanho.

Não se esqueça de que, durante esse teste, é preciso ter certeza de que a moldeira fica solta, ou seja, de que há espaço entre ela e os dentes para que o material de impressão possa capturar as formas corretamente.

No caso de nenhum delas se mostrar adequada, você tem duas alternativas:

  • usar cera para aumentar o comprimento da moldeira, de modo a adaptá-la ao paciente;
  • produzir uma moldeira sob medida para o paciente.

Pode ser um pouco confuso e dar um pouco de trabalho em alguns casos, mas enxergue todas essas possibilidades com positividade! É pelas opções existirem que você sempre poderá chegar à moldeira pediátrica que mais se adequa às necessidades de cada um dos pacientes.

Afinal, garantir o melhor tratamento possível para as crianças é bem importante para assegurar o conforto dos pequenos — não podemos esquecer que ir ao dentista pode não ser algo fácil para eles! Então considere bem todas as nossas dicas e faça o possível para que a experiência com as moldeiras seja tranquila e facilitada!

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.