dentística

Quais os procedimentos mais comuns dentro do segmento da dentística

É ótimo que a saúda da sua boca esteja em dia, mas é ainda mais maravilhoso quando isso vem acompanhado de um sorriso que dá gosto de mostrar por aí! A dentística é uma área da odontologia que preza justamente por isso: pela estética e pela integridade funcional e estrutural dos dentes. Assim o sorriso dos pacientes pode realmente ser impecável!

Veja conosco, neste blog, quais são os procedimentos mais comuns da dentística. Com isso poderemos ver com clareza o objetivo dessa importante área da odontologia.

Os procedimentos mais comuns na dentística

Restaurações

A restauração não poderia deixar de ser a primeira citada na nossa lista de procedimentos mais comuns da dentística. Ela visa reconstruir a estrutura do dente, quando ele é danificado por algum trauma. Como a cárie ou uma fratura, por exemplo. Caso o paciente não passe pelo tratamento, podem haver consequências bem graves, como a perda do dente.

A restauração envolve a remoção da área do dente que foi afetada, seguida do seu preenchimento com o material adequado. Isso não apenas recupera a aparência do dente como também impede que bactérias tomem conta do local e que ele se deteriore ainda mais.

Existem dois tipos de restauração: a direta e a indireta. A primeira corresponde ao tratamento realizado diretamente sobre o dente. O segundo tipo desse procedimento da dentística se refere aos casos em que o material é preparado antes de ser aplicado sobre a área que precisa de reparo. Recomenda-se esse tipo aos casos mais graves.

Clareamento dental

O clareamento dental é um procedimento da dentística super importante para melhorar a autoestima de pacientes, dando um brilho renovador aos seus sorrisos. Afinal, é com o clareamento que se pode tirar manchas, assim como aquela cor amarelada que tanto causa incômodo ou, até mesmo, deixar os dentes bem mais brancos.

Especialistas chegam a esses resultados graças ao uso de agentes clareadores a base de peróxido de hidrogênio. Responsável por liberar radicais livres quando em contato com a superfície que se deseja renovar.

Além disso, por ser um tratamento pouco invasivo, não existem muitas contraindicações. Basta que o paciente esteja com a boca saudável e pronta para ser transformada!

Lentes de contato

Na dentística, a lente de contato é um material destinado aos dentes. Apesar de parecer um tratamento unicamente estético, a lente de contato é um material que traz muitos benefícios além de deixar os dentes mais brancos e uniformes. Existem também benefícios funcionais — que na verdade são o foco do procedimento: melhorando a mastigação e também problemas de oclusão.

Ao contrário do que possa parecer, a lente de contato tem uma longa duração. Então não é um tratamento que demanda renovação constante. O material pode durar de 10 a 15 anos! Mas isso depende, claro, de como o paciente faz sua higiene bucal. Por isso, é interessante que você dê a ele algumas dicas básicas — mas fundamentais — sobre isso!

Facetas dentárias

As facetas dentárias são bem parecidas com as lentes de contato. Esse procedimento da dentística tem como objetivo tornar os dentes mais bonitos, bem como consertar possíveis problemas congênitos na formação dos dentes. Sem contar que também podem corrigir trincas e fraturas.

De qualquer forma, não há apenas semelhanças. As facetas dentárias são mais grossas, tendo cerca de 1 a 1,5 milímetros de espessura. E a preparação do dente para a aplicação não é a mesma. A superfície dentária precisa de um desgaste maior para ser cimentada. Utiliza-se uma broca diamantada para isso, assim como brocas ultrafinas, acompanhada de pontas especiais, para fazer o acabamento. Além disso, após essa preparação, a faceta provisória produzida e colocada é temporária. Ela é usada até que a definitiva fique pronta e possa ser cimentada sobre o dente já preparado.

Gengivectomia e gengivoplastia

A gengivectomia e a gengivoplastia são procedimentos da dentística bastante parecidos e que envolvem cirurgias com o objetivo de reduzirem o excesso de tecido gengival. Mas, ao contrário da gengivectomia, a gengivoplastia é um tratamento majoritariamente estético, voltado a solucionar o incômodo causado pelos sorrisos gengivais. O objetivo desse procedimento é agir sobre o excesso desse tipo de tecido, e para isso o contorno anatômico da gengiva é refeito.

A gengivectomia também diminui o excesso de gengiva. Mas é indicada para pacientes que sofrem da doença periodontal. Uma espécie de infecção que também causa excesso de tecido gengival.

Viu como a dentística pode ser mais do que estética?

Mas não deixe de contar sempre com os melhores produtos para que esses procedimentos sejam realmente tudo isso e muito mais na vida dos seus pacientes! Para isso pode contar conosco! Visite nossa loja online e confira! A OdontoMaster seleciona apenas o que há de melhor no mercado para você!

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.